Glossário

glossário

CAGR

Taxa de crescimento composta anualizada (Compound Annual Growth Rate).

Margem EBITDA

A divisão do EBITDA pela receita líquida.

EBIT

O EBIT é resultado líquido do período, acrescido dos tributos sobre o lucro e das despesas financeiras líquidas das receitas financeiras.

Margem EBIT

A divisão do EBIT pela receita líquida de aluguel.

One-time costs

custos e despesas não-recorrentes relacionados à aquisição da operação da Hertz Brasil e da integração de 20 agências franqueadas.

Swap

Operações financeiras realizadas para proteção de riscos de variação cambial e taxas de juros.

Taxa de utilização

É a divisão do número de diárias utilizadas no período pela frota disponível para o aluguel multiplicado pelo número de dias do período e, portanto, não inclui carros em ativação e em desativação.

Ajustado

Indicadores alterados para excluir o efeito dos one-time costs incorridos, relacionados à aquisição da operação da Hertz Brasil e da integração de 20 agências franqueadas em 2017.

Custo de carrego do caixa

Consiste no custo para manter posição de caixa mínimo. Trata-se da diferença entre a taxa média de captação de recurso e a taxa média de aplicação das disponibilidades.

CAPEX

Investimento de capital (Capital Expenditure).

Custo depreciado dos carros vendidos

Consiste no valor de aquisição dos carros, depreciado até a data da venda, reduzido do desconto técnico. O desconto técnico é o desconto concedido ao comprador em função de reparos necessários que não foram realizados. A apropriação de custos destes reparos é a débito dos custos operacionais e crédito no custo dos carros vendidos.

Depreciação de carros

A depreciação é calculada com base na expectativa futura de preço de venda dos carros deduzida das despesas para vender. O valor depreciável é a diferença positiva entre o custo de aquisição e o valor residual estimado. A depreciação é calculada desde que o valor residual estimado do ativo não exceda o seu valor contábil. A depreciação é reconhecida durante o prazo da vida útil estimada de cada ativo. Na Divisão de Aluguel de Carro utiliza-se o método linear. Na Divisão de Gestão de Frotas a parcela a depreciar é reconhecida pelo método da soma dos dígitos, ou exponencial, por ser o método que melhor reflete o padrão do consumo dos benefícios econômicos que são decrescentes ao longo da vida útil dos carros. O valor residual é o preço estimado de venda deduzido das despesas estimadas de venda.

Dívida líquida

Endividamentos de curto e longo prazos +/- resultados das operações de swap, líquido do caixa, equivalentes de caixa e de aplicações financeiras. O termo “dívida líquida” é uma medida da Companhia e pode não ser comparável com termo similar adotado por outras companhias.

EBITDA

O EBITDA é resultado líquido do período, acrescido dos tributos sobre o lucro, das despesas financeiras líquidas das receitas financeiras e das depreciações, amortizações e exaustões, conforme definido na ICVM 527/12.

Franqueado máster

Franqueador que poderá atuar como sub-franqueador no território estabelecido pela Companhia.

Frota média alugada

No aluguel de carros, é obtida pela divisão do número de diárias utilizadas do período pelo número de dias do período. Na gestão de frotas é o número de carros efetivamente alugados no período.

Frota operacional

Inclui os carros da frota a partir do emplacamento até a disponibilização para venda.

Investimento líquido em carros

Investimentos de capital na aquisição de carros, líquidos da receita de vendas de veículos usados.

IPI

Imposto sobre produtos industrializados, que incide na venda de carros novos. Em maio de 2012 o governo anunciou medida de redução do IPI. Em 1 de janeiro de 2015 o imposto foi totalmente restaurado. Estas medidas teve por objetivo incentivar a indústria automobilística através do estímulo à demanda, já que a redução na alíquota do imposto tende a ser repassada ao consumidor final.

Aluguel Mensal

Termo utilizado para designar aluguel de carros a pessoas jurídicas, por meio de contratos por tempo determinado, geralmente por prazos entre um e 12 meses, em bases mensais.

NOPAT

Lucro líquido operacional após impostos (Net operating profit after tax).

Replacement

Termo utilizado no negócio de aluguel de carros para designar o segmento de carro reserva para seguradora.

ROIC

Retorno sobre o capital investido (Return on invested capital).

Seminovos

Termo utilizado pela Companhia para designar carros com até 3 anos de uso.

Yield Management

Sistema de precificação de aluguel de veículos que possibilita a maximização da rentabilidade.